Histórico

Clique na imagem para Ampliar
Área de abrangência da cooperativa Centro Serra RS: 14 municípios Área de abrangência da cooperativa Centro Serra RS: 14 municípios

Sicredi Centro Serra, uma trajetória de 89 anos


No dia 21 de agosto de 1927, na residência do padre João Sorg, no município de Agudo, um grupo de 12 pessoas dava início a uma história de lutas, conquistas e realizações. Nascia ali a Caixa Rural União Popular de Agudo, a célula embrionária do que hoje é a Cooperativa de Crédito, Poupança e Investimento Centro Serra – a Sicredi Centro Serra RS.

O grupo de cidadãos tinha ciência da importância crucial das cooperativas no apoio ao agronegócio em países desenvolvidos. Naquela época, os sistemas mais avançados, como o francês, chegam a fornecer a maior parcela dos créditos obtidos pelos produtores rurais, entre os diversos instrumentos de financiamento existentes.

Na essência, o primeiro estatuto da cooperativa alinhava-se com o dos demais integrantes da União Popular de Caixas Rurais do Rio Grande do Sul. Com base no sistema alemão Raiffeisen, a cooperativa tinha a função de captar capital e oferecê-lo a juros módicos a seus associados para a exploração de seu pequeno trabalho, facilitando-se, o exercício de sua profissão.
Superando desgastes como o da década de 60, quando o governo implantou uma série de medidas que dificultaram a atuação das cooperativas de crédito no país, a Caixa Rural União Popular de Agudo foi uma entre apenas 12 que restaram no Estado. O fechamento de inúmeras instituições e a disseminação da ideia de um sistema falido e cheio de irregularidades desestimulavam potenciais associados.

Na tentativa de fortalecer as instituições, em 27 de outubro de 1980 foi constituída a Cooperativa Central de Crédito do Rio Grande do Sul - Cocecrer/RS, fruto da união de nove cooperativas de crédito remanescentes do sistema Raiffeisen no Rio Grande do Sul.

Foi então que, com a significativa redução do crédito rural oficial em meados da década de 80 e a concomitante reestruturação do cooperativismo de crédito rural, a partir da iniciativa gaúcha, novos ares começaram a soprar sobre o setor. Vendo suas fontes de recurso drasticamente reduzidas, em razão, sobretudo, de fortes crises no mercado internacional, o governo passou a adotar medidas que incentivaram as cooperativas a reassumir seu papel básico de financiamento da atividade agropecuária.
Em 10 de julho de 1992, por decisão de todas as cooperativas, a Cocecrer/RS e suas filiadas passam a adotar a marca Sicredi, unificando a identidade de todas as cooperativas do Sistema em representação ao Sistema de Crédito Cooperativo.

Em 16 de outubro de 1995, autorizadas pelo Conselho Monetário Nacional (Resolução nº 2.193/95) as cooperativas filiadas à Central Sicredi RS constituem o Banco Cooperativo Sicredi S.A, primeiro banco cooperativo privado brasileiro, o que possibilitou às cooperativas o acesso a serviços antes executados mediante convênio com outras instituições financeiras.

Em 24 de fevereiro de 1996, a Cooperativa de Crédito Rural de Agudo incorpora a Cooperativa de Crédito Rural de Candelária, de Candelária e Vale do Sol; como as cooperativas devem obedecer a continuidade territorial, foi solicitada a cedência dos municípios de Cerro Branco e Novo Cabrais da cooperativa Sicredi Centro Leste formando uma faixa continua, de Agudo a Vale do Sol.

A necessidade de fortalecimento do sistema cooperativo fez com que a cooperativa de Agudo e de Sobradinho, no ano de 1999, unissem suas energias em busca do progresso da região Centro Serra. Com  unidades nos municípios de Sobradinho, Arroio do Tigre, Lagoão e Ibarama, a diversidade cultural e agrícola das regiões foi fundamental para manter a saúde da cooperativa em momentos de dificuldades.

Com a região delimitada, a cooperativa abriu novos pontos de atendimento contemplando todos os municípios da sua área de abrangência. Foram inauguradas as agências agências de Segredo, Estrela Velha e Paraíso do Sul, e também postos de atendimento avançados (PAA) em Passa Sete, Lagoa Bonita do Sul e Novo Cabrais, transformados em agências posteriormente.

E os bons ventos sopraram ainda mais forte a partir do ano 2000, quando foram constituídas a Confederação Sicredi (com o objetivo de prestar serviços ao Sistema e entidades conveniadas) e a Corretora de Seguros Sicredi Ltda. Em 30 de novembro daquele ano, o Conselho Monetário Nacional aprova a resolução nº 2788/00, facultando aos bancos cooperativos a transformarem-se em bancos múltiplos. Neste período, o Banco Cooperativo Sicredi concretiza sua participação na BC CARD - Administradora de Cartões dos Bancos Cooperativos Ltda.

Em 25 de junho de 2003, o Conselho Monetário Nacional aprova a Resolução n° 3.106/03, que permite a livre admissão de associados às cooperativas de crédito.

Em 2004 é constituída a Administradora de Bens Sicredi Ltda.

Em 2006, o Banco Cooperativo Sicredi, adquire as quotas de participação do Bancoob na BC Card. Com esta transação, a empresa passa a ter a seguinte razão social: Administradora de Cartões Sicredi Ltda.

Em 2008 inicia-se o Projeto de Reestruturação Organizacional e de Governança do Sicredi. A Sicredi Participações S.A., foi constituída em 10 de outubro 2008 para propiciar a participação direta e formal das cooperativas de crédito na gestão corporativa e, ao mesmo tempo, para dar aos associados, à sociedade, aos órgãos de regulação, aos grandes fundos de investimento e às demais instituições financeiras que operam em nível nacional e internacional maior transparência na estrutura de governança do Sicredi.

Em 2010, o Sicredi firma uma parceria com o Rabo Financial Institutions Development - RD, braço de desenvolvimento do grupo holandês Rabobank, sistema de crédito cooperativo holandês presente em 40 países. Mediante participação minoritária no Banco Cooperativo Sicredi, o sistema holandês passa a transferir sua expertise de 160 anos de organização e, ao mesmo tempo, através do Sicredi, investir nas atividades econômicas do quadro associativo das cooperativas de crédito que o integram.
Destes 90 anos passados desde 1927, restaram muitas lições. Talvez a principal delas, de que as cooperativas de crédito têm papel fundamental no desenvolvimento do agronegócio mediante geração de poupança e, consequentemente, de capacidade de investimento ao setor. Aqueles doze cidadãos multiplicaram a ideia, refletida nos números da Sicredi Centro Serra. Hoje são cerca de 60.000 associados, atendidos por uma sede regional e 14 agências, onde trabalham 170 colaboradores.

Os fundadores da Caixa Rural União Popular de Agudo
Presidente – Jacob Hermes
Secretário – Padre João B. Sorg
Gerente – Arthur Arnoldo Hermes
Eduardo A. Hermes, João Pfeifer, Max José Fischer, Jacob Koch, Francisco Prokop, Adão A. Hermes, Luis Friedrich, Francisco Rodrigues Weise, José Hermes

Fontes: A Trajetória do Sicredi; Sicredi Centro Serra; Universidade Federal de Viçosa

© Copyright Sicredi Centro Serra - Todos os Direitos Reservados. Painel de Controle / Webmail